Fale conosco Adesão Login
X

Use seus dados para acessar

Esqueci minha senha

Mais 6 meses para se aposentar a partir de 2008

Quem quiser fazer a solicitação do benefício por idade terá de cumprir a carência e completar o tempo mínimo de contribuições, que será de 13 anos e seis meses
Quem quiser se aposentar por idade terá de cumprir uma carência (tempo mínimo de contribuições) de 162 meses, o equivalente a 13 anos e seis meses, a partir de 1º de janeiro de 2008. São seis meses a mais do que o tempo atual.

Pela Lei nº 8.213, de 25 de julho de 1991, o tempo de carência para os segurados que se inscreveram na Previdência Social até 24 de julho de 1991, e querem se aposentar por idade, é aumentado em seis meses a cada ano. Os segurados do INSS que já preenchem os requisitos para pedir o benefício não são afetados pelo aumento da carência. A regra determina que vale a data em que o segurado completa as condições para se aposentar por idade e não a data do requerimento.

O aumento do tempo de contribuição vai até 2011, quando serão exigidos 15 anos de carência (180 contribuições) para a aposentadoria por idade. Para os segurados que se inscreveram na Previdência depois de 24 de julho de 1991, a carência para a aposentadoria por idade já é de 180 contribuições.

Tem direito à aposentadoria por idade, o trabalhador que, além de comprovar o tempo de contribuição, tiver 65 anos de idade (no caso de homem e 60 anos (mulher). O trabalhador rural tem essa idade reduzida em cinco ano. O valor da aposentadoria por idade – que é concedida aos quem tem idade avançada, mas não teve condições de se aposentar por tempo de contribuição – é de um salário mínimo para o trabalhador rural.

Para os demais, corresponde a 70% do salário de benefício, mais 1% para cada 12 contribuições mensais, até 100% do salário de benefício. Informações pelo telefone 135 ou no site.


Agenda cancelada

A Previdência ameaça cancelar o agendamento dos serviços do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) dos segurados que fornecerem dados incorretos ao requerer o atendimento pela internet ou pelo 135. O ministro Luiz Marinho determinou ontem aos técnicos do INSS um estudo para verificar a possibilidade da medida.

Segundo a Previdência, desde junho, quando os atendentes do 135 passaram a ligar para confirmar as marcações, dos 232 mil segurados procurados apenas 87 mil foram localizados. A Previdência diz que os erros mais comuns estão nos nomes, telefone e o Número de Inscrição do Trabalhador (NIT). “Ou os segurados colaboram ou vamos ter de pensar numa medida dura, que seria derrubar a agenda de quem forneceu dados incorretos”, disse Marinho.


Fonte:AssPreviSite

Notícias Recentes

Ação Solidária: sua doação em dobro

O Estado do Rio Grande do Sul enfrenta uma situação de calamidade pública que está mobilizando todo o País. A CSN está empreendendo diversas medidas para ajudar a população local. Se você quiser fazer parte desta rede solidária, poderá contribuir via PIX para a Fundação CSN. Para potencializar ainda mais esta iniciativa, a CSN irá […]

LER ARTIGO

Confira o Relatório Anual 2023 da CBS Previdência

Já está no ar o Relatório Anual 2023 da CBS Previdência. Nele, você encontra os principais resultados alcançados e os projetos que desenvolvemos ao longo do ano. Com linguagem simples, o documento apresenta detalhes sobre as iniciativas que realizamos para atingir os objetivos definidos no planejamento estratégico e para ajudar a fomentar a importância de […]

LER ARTIGO

Não deixe passar essa oportunidade

Aproveite o recebimento do abono para investir no seu futuro. Ao colocar uma parte do valor recebido no seu plano de previdência complementar, você: – Aumenta o seu saldo – Ganha um desconto no IR Quem faz a declaração completa do Imposto de Renda pode deduzir dos rendimentos tributáveis anuais as suas contribuições para a […]

LER ARTIGO

Nova corretora da CBS Previdência

Informamos que, a partir de 01/04/2024, a Fibra Corretora passará a ser a corretora da CBS Previdência. Isso significa que a Fibra ficará responsável pelos seguros que estão em vigor, pelas renovações e pelas novas contratações. Em Volta Redonda, o atendimento presencial continuará no mesmo local. Sempre que precisar, entre em contato com a Fibra […]

LER ARTIGO